Considere entrar no seu quintal e ser recebido pelo…

Pense em entrar no seu quintal e ser recebido pela vida selvagem local – é um cenário encantador!

Desde os insectos mais pequenos aos pássaros mais majestosos, passando pelos visitantes selvagens ocasionais, é sempre um prazer ver a natureza em movimento.

Os veados, com a sua predileção pela vegetação, não param de petiscar nas árvores e arbustos dos quintais, para grande fascínio dos proprietários.

Unsplash – Sigmund

Fonte:
Unsplash – Sigmund

Estas criaturas descontraídas são particularmente atraídas pelas delícias perenes do zimbro, do espinheiro, do espinheiro e de várias árvores de fruto.

E não se ficam por aqui: plantas como os girassóis, os gerânios e os ásteres também fazem parte da sua lista de apreciadores.

Se é alguém que plantou estas plantas no seu quintal, então pode conter o acolhimento desta bela companhia sem sequer a colorir.

Unsplash – Deborah Vatcher

Fonte:
Unsplash – Deborah Vatcher

Pegue na Kim e no Stan, para ilustrar, um casal que vive num bairro constantemente visitado por veados de cauda branca.

O seu quintal é um ponto de paragem habitual para estes veados, e eles já estão familiarizados com a sua presença.

Enquanto Kim gosta de ter uma conversa apropriada com a sua companhia de quatro patas, Stan prefere afugentá-los.

A câmara digital da campainha da porta, que era sempre um elemento de segurança, tornou-se a sua janela para estas interacções com a vida selvagem.

Captura de ecrã do YouTube – Ring

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

A caraterística de conversação de duas pistas da câmara digital transformou-se num canal de troca verbal com o veado.

Uma dessas localizações cativantes chegou mesmo a conquistar o coração de meio milhão de espectadores em linha.

As fotografias mostram um veado, com o nariz enfiado nos arbustos, a saborear o banquete inexperiente que se lhe depara.

Captura de ecrã do YouTube – Anel

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

Era um dia difícil, mas Kim recebeu um alerta da câmara digital da campainha da porta.

Ao verificar, apercebeu-se que o seu amigo veado estava a mastigar alegremente.

Decidindo aceitar, cumprimentou o veado com “Ei! O que estás a fazer?” – uma pergunta que parecia confundir o comensal desprevenido.

YouTube

Fonte:
YouTube

O veado, apanhado desprevenido pelo rosnado de Kim, mas não vendo ninguém esférico, olhou curiosamente para a câmara digital.

As suas orelhas levantaram-se, sintonizando-se com a fonte deste misterioso rosnado humano.

Quando Kim perguntou, de forma divertida: “Estás a comer os meus arbustos?”, o veado parecia virtualmente culpado, congelado no ponto alto da consideração.

Captura de ecrã do YouTube – Ring

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

Houve um segundo em que o veado não admitiu, um suspiro que denunciava o seu nervosismo.

Mas Kim, juntamente com o seu comportamento descontraído, tranquilizou o veado, “está tudo bem”

Foi então que Stan entrou em cena com uma postura mais conservadora: “Não comas as minhas árvores” Kim, sempre a mediadora, lembrou ao visitante: “Não comas as árvores; ideal esses arbustos.”

Captura de ecrã do YouTube – Ring

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

Talvez se sentindo um pouco embaraçado por ter sido apanhado em flagrante, o veado decidiu bater em retirada.

Deu uma última espreitadela para a câmara digital – uma despedida sem dúvida – e foi-se embora.

Esta interação fácil, mas doce, era precisamente o que fazia do vídeo um sucesso entre os espectadores.

Captura de ecrã do YouTube – Ring

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

A partilha de comentários transbordou de apreço pela cena serena, destacando os modos gentis de Kim e a natureza descontraída do veado.

Que cena tão doce, e nós caminhamos para que o veado se sinta muito feliz.

Para os que procuram uma dose de salubridade, vejam o vídeo carnudo abaixo!

- Advertisement -