Imagine-se a entrar no seu quintal e ser recebido pelo…

Imagine entrar no seu quintal e ser saudado pela fauna e flora autóctones – é bastante encantador verbalizar!

Desde os insectos mais pequenos até aos pássaros mais majestosos, passando pelo cliente selvagem ocasional, é sempre um orgulho observar a natureza em ação.

Os veados, com o seu gosto pela vegetação, optam normalmente por petiscar nas árvores e arbustos do quintal, para grande fascínio dos proprietários.

Unsplash – Sigmund

Fonte:
Unsplash – Sigmund

Estas criaturas descontraídas são particularmente atraídas pelas delícias perenes do zimbro, do espinheiro, do espinheiro e de diversas árvores de fruto.

Não se fica por aqui – as plantas admiram os girassóis, os gerânios e os ásteres, que também fazem parte da sua lista de apreciadores.

Se é uma pessoa que plantou estas plantas no seu quintal, também vai precisar de acolher estes magníficos visitantes sem sequer os ter em conta.

Unsplash – Deborah Vatcher

Fonte:
Unsplash – Deborah Vatcher

Faça uma seleção Kim e Stan, por exemplo, um casal que reside num bairro progressivamente visitado por veados de cauda branca.

O seu quintal é um ponto de paragem muito apreciado por estes veados e, além disso, eles tornaram-se bastante conscientes da sua presença.

Enquanto Kim gosta de ter uma conversa correcta com os seus convidados de quatro patas, Stan prefere afugentá-los.

A câmara da campainha da porta, normalmente um dispositivo de segurança, transformou-se na sua janela para estas interacções entre a fauna e a flora.

Captura de ecrã do YouTube – Ring

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

A função de discussão de dois sistemas da câmara transformou-se num canal de comunicação com o veado.

Um desses sucessos cativantes chegou a conquistar os corações de quase metade de 1.000.000 de espectadores online.

As imagens apresentam um veado, com o nariz enfiado nos arbustos, a saborear o banquete verde que tem à sua frente.

Captura de ecrã do YouTube – Anel

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

Mais um dia, quando Kim recebeu um alerta da câmara da campainha da porta.

Ao verificar, descobriu o seu amigo veado a mastigar alegremente.

Decidida a agarrar, cumprimentou o veado com um esplêndido “Olá! O que é que estás a fazer?” – uma pergunta que parecia ser bem capaz de confundir o comensal desprevenido.

YouTube

Fonte:
YouTube

O veado, apanhado desprevenido pela verbalização de Kim, mas não vendo ninguém por perto, olhou curiosamente para a câmara.

As suas orelhas levantaram-se, sintonizando-se com a fonte desta misteriosa verbalização humana.

Quando Kim perguntou, em tom de brincadeira: “Estás a animar os meus arbustos?”, o veado olhou quase culpado, congelado no ponto alto da consideração.

Captura de ecrã do YouTube – Anel

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

O veado ficou um segundo em silêncio, um suspiro que denunciava a sua ansiedade.

No entanto, Kim, com o seu comportamento descontraído, tranquilizou o veado, “está tudo bem”

Foi então que Stan entrou em cena com uma postura mais protetora: “Não comas as minhas árvores” Kim, sempre a mediadora, lembrou ao seu convidado: “Não comas as árvores; suprema estes arbustos”

Captura de ecrã do YouTube – Ring

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

Muito provavelmente sentindo-se um pouco envergonhados por terem sido apanhados em flagrante, os veados decidiram retirar-se.

O veado olhou de soslaio para a câmara – uma despedida silenciosa – e afastou-se.

Esta interação simples, mas doce, foi precisamente o que tornou o vídeo um sucesso entre os espectadores.

Captura de ecrã do YouTube – Ring

Fonte:
Captura de ecrã do YouTube – Ring

A parte do feedback transbordou de apreciação pela cena distante, destacando o sistema de classificação de Kim e a natureza descontraída do veado.

Que cena tão querida, e temos a certeza de que o veado se sentiu muito feliz.

Para quem está à procura de uma dose de saúde, veja o vídeo abaixo!

- Advertisement -