O Invoice é de Londres. E ele provou que os caninos…

O Invoice é de Londres. E ele provou que os caninos descobrem os corações maiores.

Como se já não soubéssemos essa verdade. Mas estes caninos continuam a surpreender-nos. Assim como a crónica do Invoice.

O seu dono é Russell Jones. Russell tinha a sua perna boa colocada num sólido gesso, o que significava que tinha de correr com uma muleta. Agora, onde indivíduos sem instrução e sem sentido descobriam que Jones zombava, Invoice, o cão, começou a imitar o coxear por um motivo explícito.

Pixabay

Fornecimento:
Pixabay

Repete-me que te recusas a amar essa cara.

Russell publicou o vídeo no Faceb

com a legenda seguinte,

“Custou-me 300 libras em despesas veterinárias e radiografias, nada de desagradável simpatia. Adoro-o ❤️

Dê a este rapaz perfeito uma tigela adicional de refeições!

Publicado por Russell Jones emSegunda-feira, 6 de julho de 2020

O vídeo mencionado tem 22 mil gostos e 39 mil partilhas.

O Invoice coxeia com o seu humano, levantando a pata esquerda da frente como se esta estivesse realmente ferida. É muito giro perceber que ele está a fazer isso de forma intrigante por causa do amor de Russell. A imitação é realmente a melhor forma de lisonja. Mas é certamente mais interessante quando se trata de um cão!

Este tipo de caninos compassivos.

YouTube

Abastecimento:
YouTube

Bex Brock-Hollinshead comentou,

“Ele está a copiar-te. Isso é perfeito! Apesar de teres descoberto a minha simpatia pela lei dos veterinários.”

Para ser brilhante, por mais bonitas que fossem as intenções deste Lurcher, isso é dinheiro pelo cano abaixo. Mas, olá, já não é fácil ficar zangado quando se fica a ver que ele o fez por puro amor ao seu dono. Nesse dia, o Invoice recebeu mais guloseimas. Além disso, ele agora é famoso!

YouTube

Abastecimento:
YouTube

Cesar’s Draw delineou o seu efeito,

“Há uma preferência por criaturas variadas que imitam outras dentro da sua espécie. As pessoas imitam vários participantes. Os pássaros imitam vários pássaros. Os primatas não humanos, como os macacos e os símios, imitam outros na sua comunidade. Mas os caninos já não imitam caninos diferentes – eles reproduzem o que nós ganhamos também. O que é ainda mais louco é o facto de terem sido identificados para o fazer mesmo quando a imitação não os beneficia”

Nada de desagradável com este cão. Ele tentava ganhar coisas boas.

Procurar este post no Instagram

Uma publicação partilhada por Billy (@billy_limping_lurcher)

A explicação do efeito de vitória segue com,

“Os especialistas supõem que a tendência dos caninos para nos reproduzirem aconteceu ao longo de centenas de anos de criação e treino selectivos. Com o tempo, transformou-se numa resposta integrada”

É tempo bem gasto. Procurem o que conseguimos! Os cães, ao descobrirem-se, desenvolveram-se para se transformarem em criaturas tão puras e amorosas. Não medeiam nem criticam. Tudo o que eles sabem e tudo o que querem ganhar é apresentar os seus corações completamente.

YouTube

Abastecimento:
YouTube

Galopa perambula, mas não corre perigo.

Os Lurchers são identificados por serem silenciosos e indiferentes. São criados para olhar para fora e são identificados por serem activos e lustrosos. Invoice Staunch confirmou na arena essa inteligência afectuosa. O seu humano é capaz de perceber e oferecer proteção, pelo que este cão decidiu aumentar a sua consciência para o Russell.

Que número de beijos é que o Invoice ganhou por esta proeza?

Pixabay

Fornecimento:
Pixabay

O que é que se pode ganhar com 400 dólares?

É mais ou menos um dinheiro. Um homem poderia, ao descobrir há muito tempo, reparar o seu automóvel, e até mesmo, por hipótese, inscrever-se num ginásio.

No caso de Russell, até se vai descobrir há muito tempo para o seu exame médico para aquela perna. Mas o Invoice conseguiu o dinheiro primeiro! Mas não faz mal, percebam como eles se tornaram virais há muito tempo. Abriu mais olhos para a maravilha que são os caninos.

YouTube

Abastecimento:
YouTube

Procurem o adorável coxo no vídeo abaixo!

Por favor PARTILHAR isto ao lado com os seus associados e familiares.

- Advertisement -