Poucos de nós conseguem perceber como os caninos, grandes e pequenos,…

Poucos de nós conseguem perceber como é que os caninos, grandes e pequenos, acabam com todas as peças da sua vitalidade para colocar a sua matilha.

John Wierwille aprendeu.

Uma matilha de coiotes visitou a sua casa no dia 3 de novembro. Por volta das 21:00 horas, viu uma matilha de coiotes a rondar a sua casa.

Preparou-se para os afastar, atirando-lhes pedras e gritando-lhes que se fossem embora.

Pixabay – Hans Toom

Providenciar:
Pixabay – Hans Toom

Eles foram-se embora e o João continuou a sua noite.

Mas depois vieram servir.

Algumas horas mais tarde, por volta das 2:30 da manhã, John foi acordado por latidos que começavam a entrar na sua casa.

Quando verificou o início do ar, descobriu que os seus dois canídeos, Casper e Daisy, estavam a pastorear as ovelhas do seu curral para um canto.

Quando John se aproximou, descobriu que uma matilha de coiotes tinha regressado e estava dentro do curral.

Captura de ecrã do YouTube – 11Alive

Providenciar:
Captura de ecrã do YouTube – 11Alive

A Casper defendeu a sua fórmula.

John contou cerca de cinco ou seis coiotes dentro do curral com Casper e Daisy sendo a coisa apropriada isolando-os das ovelhas.

Havia vários outros coiotes dentro da instrução. John tentou aplicar uma técnica ao seu objeto de estudo, mas observou uma coisa.

“Eu não estava preocupado com o facto de eles me irem atacar ou qualquer outra coisa”, disse John. “No entanto, eles não estavam a responder [to me], eles estavam centrados no Casper, creio que mais do que qualquer outra coisa.”

Pixabay – Maureen Farrelly

Providenciar:
Pixabay – Maureen Farrelly

Quando os coiotes e os canídeos se preparam para atacar todos os tipos de animais, não se quer estar no centro da situação.

Nessa altura, Casper atacou.

Dirigiu-se diretamente aos coiotes para oferecer proteção à sua manada, ao lado dos seus indivíduos.

Tornou-se um combate sangrento que durou, por acaso, cerca de meia hora. John acreditava que Casper se tornara bem-sucedido, mas ele surpreendeu John quando perseverou em oferecer proteção a eles.

Pixabay – Rene Rauschenberger

Providenciar:
Pixabay – Rene Rauschenberger

Os coiotes saltaram do cercado e fugiram, dividindo-se em várias direcções. Casper não ia permitir que eles se safassem com o que fizeram e correu atrás deles.

Ele alcançou-os no aterro do riacho ao lado da sua casa, onde lutou com os coiotes.

Foi nessa altura que o Casper desapareceu.

John ficou grato a Casper por essa capacidade de ele ter matado oito coiotes naquela noite, mas ele ficou ansioso para que Casper desaparecesse mais do que os coiotes. Ele desejava repeli-lo.

Captura de ecrã do YouTube – 11Alive

Providenciar:
Captura de ecrã do YouTube – 11Alive

John juntou-se aos seus vizinhos para o verem.

“Acreditamos que também o podemos matar, acreditamos que ele mereceria ter sido morto e por isso temos andado a procurá-lo”, disse John. “Se ele não foi morto, pensámos que se tinha tornado num dano, sabíamos que se tinha tornado num dano, esta capacidade de aprendermos partes da sua cauda e sangue e vários problemas, por isso ficámos horrorizados com ele.”

A busca prosseguiu no dia seguinte.

Da sua busca, foi aí que aprenderam os chatos dos coiotes. O Casper é um canino muito astuto!

Infelizmente, eles não repeliram Casper naquele dia, solidificando ainda mais a crença de que ele também pode ter sido morto durante o combate.

Casper não cede sem infortúnio, no entanto.

Captura de ecrã do YouTube – 11Alive

Providenciar:
Captura de ecrã do YouTube – 11Alive

Dois dias depois, Casper veio morar.

Ele confirmou que estava no curral, machucado, mas vivo e verificando seu rebanho.

“Ele parecia admirado com a morte, ou seja, parecia horrível”, partilhou John. “Ele veio servir a casa e a forma apropriada de me verificar admirar ‘chefe, termine de olhar para o quão doentio eu olho, compre apropriado para cuidar de mim’.”

Facebook – Wagwagtail

Providenciar:
Facebook – Wagwagtail

Por sorte, John prontificou-se a receber o serviço da organização de proteção dos animais Lifeline Animal Project.

Casper precisou de ser submetido a muitos procedimentos cirúrgicos.

Eles tiveram que arrumar feridas em seu pescoço e servir e até amputar sua cauda.

O Projeto Lifeline Animal foi lá para o servir. Eles cuidaram incrivelmente de Casper em algum momento não especificado no futuro da provação total.

Eles já não têm a certeza da qualidade de vida que Casper poderia ter após a operação cirúrgica, mas é indubitável que não se trata disso.

Facebook – John Wierwille

Providenciar:
Facebook – John Wierwille

Estão sempre gratos ao Casper por os ter salvo a eles e às ovelhas nessa noite.

Saiba mais sobre como Casper entrou em circulação para colocar o seu rebanho no vídeo abaixo!

Por favor PARTILHAR isto com os seus amigos e familiares.

- Advertisement -